Mãe...

Antes de ser mãe eu não sabia a sensação de ter o meu coração fora do corpo. Carina Barreto





A juventude de hoje não dá ou não liga para o valor que a mãe tem e isso é tragico, isso por que não há nada mais valioso que a propria mãe...

Minha mãe tinha comportamentos similares a toda mãe, era briguenta, chata, autoritária, mandona e todas as qualidades que eu quando jovem achava que não daria certo em um relacionamento entre pais e filhos...

Sou filho único, mas minha mãe tinha um coração de mãe e adotou um menino para viver conosco, ele, aprendeu com ela tudo que eu aprendi: Como ser um bom filho, amigo, companheiro, cumplice, fiel, verdadeiro. Foram valores que se aprendem com o exemplo e o passar dos tempos e das horas.

Minha mãe sempre dizia que não se perdia nada em ajudar alguem, mesmo que aquela pessoa tenha te feito mal, sim minha mãe ajudava aqueles que muitas vezes falavam mal dela e zombavam da bondade dela.

Eu como filho, aprendi apenas a não guardar rancor, apenas vivo minha vida, sem me importar quem me odeia e sem odiar de volta pois não vale a pena. Sempre tive em mim dado por ela um sentimento de tranquilidade, e isso foi herdado, pois sou hiperativo, chato e depressivo e detesto pessoas.

Pense numa pessoa popular? Pensou? Era minha mãe onde chegava, ela tinha um sorriso moleque e uma vontade de servir que destruia qualquer teoria de crente (e minha mãe nunca foi crente), ela apenas ia, ajudava, servia e se cansava como todo ser humano, mas apos descansar, ela voltava a carga e ficava feliz com o resultado da empreitada concluida.

O que eu trouxe dela para mim? Muitos de meus amigos dizem que eu sou um guerreiro, quem dera, minha mãe era quem ficava na fila do leite no mercado na grande crise de alimentos de 84, ela me contava isso, perdeu até dia de trabalho para me dar o de comer... Como não ser grato a ela por isso?

Aprendi com ela a dar valor as pessoas de dentro de casa, esse valor foi  passado apenas quando ela se mudou para o interior há 11 anos atrás me dando o apartamento dizendo: "Te vira malandro", foram as palavras que ela me disse despertando em mim a confiança de que eu poderia fazer...

Falar da Dona Marilene e falar de mim é quase a mesma coisa e difere muito, eu, desorganizado, desleixado, mas atento e fiel... Ela organizada, metodica, amiga e companheira.

Caramba, minha mãe é a melhor mãe do mundo, não porque foi e sempre será minha mãe e sim porque ela é e sempre foi minha melhor amiga, ajudando sempre, me mostrando na amizade e na humildade saida para todas as minhas crises e confusões, suportando minhas depressões e dando-me a saida delas...

Minha ultima conversa com minha mãe foi 2 semanas antes dela falecer.... Tinha uma promoção da TIM que ligava-se de graça aos domingos, eu não liguei para ela, namorava uma mulher e tava em dúvida de muitas coisas, triste por outras e ela me deu um toque, eu apenas retornei...

Sabe quando se fala com uma pessoa tentando passar paz e tem a sensação que esta falhando categoricamente? Pois é, minha mãe me conhecia mais do que eu, falou que nada que eu tava sentindo importava muito e que ela havia cumprido a missão dela como mãe:

"Criei um homem de valores nobres, tenho orgulho de ser sua mãe"

Chorei quando ela disse aquilo assim como lágrimas vem nos meus olhos agora... Sabia eu que nesse momento era o reconhecimento que eu tanto esperava, mais até do que nossas bebedeiras, nossas risadas por coisas idiotas, das noites que perdiamos jogando baralho e rindo quando ela perdia ou ganhava...

Disse a ela que sou o que sou graças a ela e ao exemplo de vida que ela me deu, Marilene era uma pessoa simples, sem vaidades, amiga a cima de tudo, fiel... Estar com ela me trazia uma paz que senti falta no momento que ela foi morar no interior, respeitava ela como mulher, como mãe e como amiga...

Não tinha o porque não continuar com o legado dela e me mantenho firme, cuidei e eduquei meu irmão de criação e fico feliz hoje em saber que ele caminha com as proprias pernas levando no coração nosso legado de amor, amizade e fidelidade.

Não sei e nunca fui de dar conselhos a filhos, até porque acredito que a sociedade esta carente de exemplos, anda carente porque não busca em casa seus proprios exemplos.

Tenho certeza que apartir do momento que voces valorizarem os conselhos que as mães de voces dão, vão deixar de achar ela: briguenta, chata, autoritária, mandona, e vão passar a observar a beleza que elas tem e o zelo por cuidarem e vencerem todas as barreiras por voce.

Ame sua mãe e use ela como exemplo, assim voce será um ser humano melhor!

Feliz dia das mães para todas as mães.



João Luiz, blogueiro do Contos e Canções. Um cara gigante que nem o coração!

Comentários

  1. "Minha mãe sempre dizia que não se perdia nada em ajudar alguem, mesmo que aquela pessoa tenha te feito mal, sim minha mãe ajudava aqueles que muitas vezes falavam mal dela e zombavam da bondade dela".

    Grandes exemplos nesse belo texto! realmente emocionante! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Meus olhos estão cheios de lágrimas depois desse texto!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por comentar!