Sister Reader Scholarship

Tentei traduzir essa bagaça pra algo do tipo "Bolsa Irmã Leitora". É um projeto que tenho em mente ja faz algum tempo e não havia colocado em prática por conta da falta de trabalho. Ainda continuo desempregado, mas os serviços de manutenção em micro estão quebrando uma folha. Sim! Quebrando folha, tá difícil pra essa grana quebrar um galho. E com o meu tamanho quebrar galho não deve ser difícil (só não quebro galho de Pau Brasil. Aliás em Pau eu passo é o Machado... de Assis). 

[Pattern Against User - At the drive in]

Nesse momento eu ja deveria partir a mil pra faculdade, mas vou explicar a minha intenção e vejam que não é algo maléfico, opressor ou algo do tipo.

Uma vez eu conversava com uma garota muito inteligente, lá de Brasília, o nome dela é Anne Mendes acho (espero que não me processe), ela me disse que nos aniversários ela sempre ganhava dos pais algum livro. Mas sei tambem que isso não deve ser um pecado e eu ja deveria ter feito isso faz é tempo. A guria nunca gostou de bonecas, vive sozinha praticamente e a única coisa que vejo ter interesse é assistir novela e ouvir o som do MP4 dela. Claro, ela escuta pagode, arrocha, forró, axé, hip hop, Brutal Evil Happy Rock e quando está comigo ouve rock, jazz e obrigatoriamente mais rock. Só que ela escuta música quando não ta fazendo nada, ela gosta de ficar deitada em minha cama ouvindo minhas músicas enquanto eu jogo ou estudo. Ainda não quero viciar a guria em jogo, mas vejo que pra ficar comigo ela diz que ta a fim de ir pro lado supremo da força (Gamer).
Vocês ja devem ter entendido que nesses momentos vagos quero tentar acostuma-la a ler. Não quero essa conversinha de que eu poderia fazer ela criar gosto pela leitura de outra maneira, realmente posso sim, mas o dinheiro nesse momento é uma forma de incentivo e eu ja fui guri, sei que volta e meia queria uma grana pra comprar um sorvete e não tinha. Diga aqui se não é chato?! Aqui em casa a gente não tem falta das coisas, mas não gostamos de pedir dinheiro. Não vou proibir de ouvir música, nem de ver tv, mas posso mostrar que os autores de novela que ela tanto curte passaram pelo caminho da leitura.

Quem sabe minha irmã não será uma Imortal?? Mas que não seja como o Grêmio! (tum tum patz).

O governo paga pesquisadores pra estudar, paga bolsa pra estrangeiros estudarem e até os que já vivem lá. Por quê não posso fazer essa brincadeira com a guria? Ela sabe que quando quiser desistir ta tranquilo. Segundo meu amigo Marcelo Moçada, o projeto se chama Bolsa Reading Sister. #mijeiderir

Então vocês ja sabem, se o Pc quebrar me procurem!

Até a próxima e bom fim de semana.

Comentários

  1. Vendeu o peixe, citou meu irmão Moçada e tá apoiando a cultura da irmã! Você é foda! hahaha

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por comentar!