Adeus, Outubro

E assim é.. fazendo manifestações para libertar os que vivem presos a uma vida regrada, buscando a melhoria na distribuição das riquezas para que todos sejam equivalentes e não haja discriminação, querendo matar a fome de muitos que nem conhecemos e rezando para que exista comida na mesa de todos em dias santos, lutando para que não exista tanta violência e exigindo melhores administradores na nação.

Enquanto isso não conseguimos livrar-nos dos próprios erros que cercam e muitas vezes prejudica o mais próximo; queremos uma melhor distribuição de renda e estamos sempre competindo pra que possamos lucrar mais; não damos importância ao homem que ta logo ali jogado passando fome e escondemos de nossos filhos a vergonha da barriga que ronca; reclamando dos métodos policiais quanto a forma de abordar, sendo que quando a violência atinge alguem próximo ou o local em que moramos se torna perigoso é que exigimos métodos mais severos aos criminosos; o político nunca presta e toda vez que temos a chance de dar um "jeitinho" fazemos sem culpa.
Desejam o bem para os que vivem tão longe e tratam tão mal aquele que vive ao lado, muitas vezes suportam por falta de opção.Buscar entender aqueles que só enxergam o mundo através do seu ponto de vista ou compreender as palavras ao seu modo,  julgando o mundo apenas com suas referências ou simplesmente sendo um papagaio de pirata.

Certo ou errado, dependendo do que definimos nessas regras, dificilmente pensamos como o outro se sente a partir do ponto de vista dele. Nossas experiências constroem o Manual, nosso julgamento constrói a Lei e ai daquele que ousar passar por cima.

É óbvio que faço parte de tudo isso, talvez mais do que você, porque estou falando de mim.


Comentários