Atualizável

To vivendo uma virada de mesa sensacional: tempos atrás era comum ver religiosos (cristãos) criticando os ateus e não dava em nada, era tolerável já que a maioria das pessoas não se manifestavam contrárias a isso. Hoje é comum ver um ateu criticando a ideologia cristã e esse não pode se defender por que se ele usar qualquer argumento vai se tornar automaticamente um cego ou fanático. A ótica de um é a mais correta que a do próximo? Até quando? Até onde?

Acho que quando defendemos um mundo melhor pra todos, ele não deve excluir pessoas com escolhas diferentes da sua. Esse mundo dos sonhos deveria ser um lugar onde o ateu, cristão, muçulmano, budista, espírita, etc, etc, etc;  deveria viver com seu pensamento e não ser discriminado, tudo isso sem precisar que as pessoas vivam em guetos. Por causa de atitudes assim é que muitos morreram e muitos outros estão morrendo.

Resultado: a intolerância, que deveria diminuir com o aumento da "consciência" que vem através do mundo cheio de informações e novas descobertas, só está aumentando e o "mundo de todos" se resume a separação. As pessoas estão vivendo cada vez mais com outras que tem algum tipo de semelhança, acho que isso só aumenta a segregação. Vai chegar o dia em que as pessoas voltarão a viver em tribos ou feudos.

Não sei bem, nada disso me ofende, gostaria de entender... vou pedir ajuda aos amigos.

Comentários