Filho, vem aqui

Um dos meus grandes sonhos desde a infância é ter minha família, um filho ou dois, um bom emprego e poder aproveitar o resto da vida com dignidade e conforto. Eu gostaria muito de ter tempo e paciência pra ensinar muitas coisas para ele, ensinar sobre o mundo, que ele tivesse atenção e discernimento para entender e interpretar o que ele levaria daquilo pro futuro. Levar ele ao estádio, praia, skate e praticar alguma arte marcial pra que ele se cuide e desenvolva fazendo coisas que eu fiz e que sempre quis que meus pais estivessem próximos nos momentos das maiores conquistas.
Por muitas vezes desde que tenho idade pra pensar em sexo, sempre questionei o papel dos pais na vida dos filhos. Eu entendo que criar um filho é complicado, mas não basta apenas financiar o seu futuro já que uma criança por muitas vezes não vai ser capaz de decidir o que é bom ou ruim sem a orientação e a mão correta pra apontar caminhos. Eu não quero criar um filho a base das críticas e com esporros, não que seja desnecessário, porém um elogio e o reconhecimento do bom trabalho é algo que da uma confiança tremenda. Eu sonho em ter maturidade necessária pra educar meu filho de maneira que ele sinta orgulho de ser quem é, vindo da família que o ama e que seja bem sucedido. Não me importo tanto se ele vai ser gay, torcedor do Vitória ou político, só não quero que passe por maus momentos a vida inteira e nem que seja marginalizado. 
Gostaria de dar a esse filho, que talvez nunca vá existir, as mesmas coisas que eu sinto falta. Eu quero que ele se sinta muito amado e cheio de bons amigos, daqueles que não esquecem que existe e vivem chamado pra sair e curtir o que a Bahia tem de melhor. E se um dia ele se sentir só, que ele se sinta muito amado mesmo que distante de tudo. Espero que encontre alguém que o entenda e esteja ao lado nos dias mais difíceis. Bons amigos são um tesouro, verdadeiras amizades são levadas pro resto da vida.

Seja forte, leia muito, se cuide e busque a felicidade.




Comentários