Macaco não, parceiro


Esse assunto já vem me incomodando há alguns dias. Eu não aceito o rumo que estão dando para a questão do racismo dentro das redes sociais e mídia. Qualquer um tem o direito de discordar de mim, mas não me ache menos sensato por não concordar com essas atitudes. Sofro preconceito e macaco eu não sou! Abaixo reproduzo o que escrevi no Facebook.

Pela segunda semana consecutiva o racismo vem vendendo dentro das redes sociais e revistas. No Brasil o assunto é camuflado. Comparar um negro ao macaco é historicamente ofensivo... Não tratam a questão com seriedade. Os Igers e "Militantes Virtuais" usam hashtag em protesto com selfie pra se promoverem e acham divertido fazer pose em troca de curtidas porque não se importam com quem já sofreu isso! Gente que fica cheia de dedos quando vai se referir a um negro e chama de "moreninho" ou afrodescendente. 

Comentários